Visualizar projeto

Dados Básicos
Título
Dia Internacional de Conscientização Sobre o Ruído (fase 2)
Número do projeto
053526
Número do processo
23081.007101/2020-14
Classificação principal
Extensão
Data inicial
01/01/2020
Data final
01/01/2025
Resumo
Este trabalho de extensão apoia à organização, divulgação e realização da campanha do "Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído" (INAD Brasil) em território brasileiro, e especialmente na cidade de Santa Maria e no estado do Rio Grande do Sul.
Objetivos
Este trabalho de extensão busca dar apoio à organização, divulgação e realização da campanha do “Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído” em território brasileiro, e especialmente na cidade de Santa Maria e no estado de Rio Grande do Sul. Os objetivos específicos desta proposta são: • Desenvolver e reformular materiais, métodos e canais de divulgação e informação do “Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído” em território brasileiro, por exemplo, pelo desenvolvimento de material didático-educativo, material informativo, reformulação do site oficial da campanha, entre outros. • Realizar ações de conscientização junta à população de Santa Maria, RS em conformidade com os objetivos específicos declarados na lei municipal no. 5282 de 12/01/2010 que institui a “Semana Municipal de Conscientização sobre o Ruído” na Cidade de Santa Maria (RS).
Justificativa
Moradores das cidades grandes vivem, invariavelmente, imersos em barulho constante (ou quase constante), muitas vezes sem se dar conta disso. Esta situação é vista por muitos como inevitável, o que não é verdade. De onde provêm os ruídos que nos afetam? A maior fonte, sem dúvida, é o trânsito com os veículos pesados - ônibus e caminhões - possuindo a maior contribuição. Além disso, encontramos equipamentos industriais (como sistemas de refrigeração, exaustores e transformadores), alarmes de todo o tipo (que, aliás, crescem numa profusão assustadora, muitos deles agindo mais como fonte de incômodo do que como instrumentos úteis), aparelhos de som e até o aparelho de TV - em residências, veículos particulares ou de propaganda, shows, reuniões ao ar livre - além de eletrodomésticos, para citar apenas alguns exemplos. Embora em muitos casos o controle de ruído exija tecnologia, um dos aspectos mais importantes para a efetiva redução do ruído é a conscientização da população. Todos somos responsáveis, individualmente, por uma cota de produção de ruído. Afinal, cada um de nós escolhe o volume em que ouve música ou TV, ou se vai ou não usar o espremedor elétrico às 5h30 da manhã (e em que parte da residência vai fazer isso), da mesma forma que somos responsáveis pela escolha dos alarmes que instalamos em nossos prédios e que depois infernizam a vida dos vizinhos. Esta mesma população tem também a obrigação de cobrar das autoridades o aperfeiçoamento da legislação pertinente e, mais importante, a sua aplicação, já que as questões relacionadas ao ruído necessitam de ação organizada e contínua do estado - o cidadão espera ter um canal de reclamação eficiente, que forneça uma possibilidade de solução. Quanto à tecnologia, esta consta dos livros e é conhecida e dominada pelos técnicos. Apenas não faz parte, ainda, do nosso cotidiano com a constância que seria necessária, pois não estamos habituados a exigi-la. Por outro lado, são tantos os problemas sociais e ambientais que enfrentamos, que as questões relacionadas ao barulho - exceto para aqueles que se sentem significativamente agredidos por ele - parecem menores. Assim, o ruído continua a crescer, prejudicando ainda mais a nossa já frágil qualidade de vida. A proposta da Campanha do “Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído”, campanha desenvolvida há 25 anos mundialmente e há doze anos também no Brasil, é motivar a reflexão: Que barulhos me atingem? Quais me incomodam? Que barulhos eu faço? Quais eu posso reduzir? Por quais fontes de ruído eu, como motorista, síndico, gerente, projetista, etc, tenho responsabilidade direta ou indireta? Quais são desnecessárias? Quais posso modificar, desativar ou mesmo reduzir o período de operação? As respostas podem ser surpreendentes. Vivemos imersos numa babel sonora que ajudamos a construir, frequentemente sem ter consciência da nossa contribuição.
Resultados esperados
• Conscientizar a população quanto aos efeitos do som no dia a dia • Promover a campanha regionalmente em Santa Maria e RS • Apoiar a campanha do INAD nacional • Realizar atividades com a comunidade de Santa Maria, universitária e escolar • Cooperar com a fonoaudiologia para promover mais conteúdo sobre saúde • Publicar dados e pesquisas do assunto em encontros e seminários
Projeto em âmbito confidencial
Não
Projeto superior
-
Palavra-chave 1
Acústica
Palavra-chave 2
Ruído
Palavra-chave 3
Saúde
Palavra-chave 4
Audição
Tipo de evento
Não se aplica
Carga horária do curso
[Não informado]
Situação
Em andamento
Avaliação
Sem pendências de avaliação
Última avaliação
04/01/2021
Gestão do conhecimento e gestão financeira
O projeto pode gerar conhecimento passível de proteção?
Não
Propriedade Intelectual
[Não informado]
Proteção Especial
[Não informado]
Direito Autoral - Copyright
Não
O projeto contrata uma fundação? Indique a fundação
Não necessita contratar fundação
Classificações
Tipo
Classificação
Classificação CNPq
1.05.02.03-3 ACÚSTICA
Caracterização das ações de extensão
02 PROJETO DE EXTENSÃO
Áreas temáticas (Política de extensão/2019)
06 SAÚDE
Linhas de extensão (Política de extensão/2019)
04.00 EDUCAÇÃO
Objetivos Sustentáveis da ONU
03 Saúde e Bem-Estar

Plano Gestão
Objetivo Estratégico
PDI 2016-2026 - Desafios
Desenvolvimento local, regional e nacional
Participantes
Matrícula Nome Função Carga Horária Período
@{matricula} @{pessoa.nomePessoa} @{funcao.descricao} @{cargaHoraria} h/semana @{dataInicial|format=dd/MM/yyyy} a @{dataFinal|format=dd/MM/yyyy}
Órgãos
Unidade Função Período
@{descricao} @{funcao.descricao} @{dataInicial|format=dd/MM/yyyy} a @{dataFinal|format=dd/MM/yyyy}
Cidades de atuação
Cidades
Cidade
UF
Período
Santa Maria
RS
01/01/2020 a 01/01/2025
Público alvo
Público alvo
2000
Tipo de público
Sexo
Feminino
Masculino
Gênero
Feminino
Masculino
Faixa Etária
Adulto
Criança
Adolescente
Idoso
Nível de Escolaridade
Analfabeto funcional
Ensino Fundamental
Ensino Médio
Ensino Superior
Superior Incompleto
Pós Graduação
Mestrado
Doutorado
Pós Doutorado
Estratificação Social
Alta vulnerabilidade social
Baixa vulnerabilidade social
Sem vulnerabilidade social
Domicilio/ Residência
Urbana
Plano de Trabalho
Metas/Indicadores/Fases
  • Meta:
    1 - Desenvolvimento de campanhas anuais do INAD
    Período:
    01/01/2020 a 01/01/2025
    Valor:
    R$ [Não informado]
    Conclusão:
    15 %
    • Fase:
      1 - INAD 2020
      Período:
      01/01/2020 a 15/02/2021
      Conclusão:
      100 %