Visualizar projeto

Dados Básicos
Título
DESENVOLVIMENTO DE MÉTODO ANALÍTICO ENVOLVENDO ENTALPIMETRIA NO INFRAVERMELHO PARA ANÁLISE DE ACIDEZ EM VINAGRES
Número do projeto
041907
Número do processo
041907
Classificação principal
Pesquisa
Data inicial
02/12/2015
Data final
29/06/2017
Resumo
O vinagre é apreciado mundialmente devido a seu sabor e aroma característicos, além de apresentar diversos benefícios à saúde. A acidez deste produto está intimamente relacionada com a sua qualidade e conservação, e este parâmetro é regulado pelos órgãos de controle dessa categoria de produtos. Para a determinação da acidez geralmente são utilizados métodos convencionais (p. ex., titulações), os quais exigem elevado preparo de amostra, grande quantidade de vidrarias, reagentes, soluções indicadoras e geram grande quantidade de resíduos. Devido a estes inconvenientes apresentados pelos métodos convencionais há necessidade crescente de desenvolver métodos analíticos rápidos, baratos e eficazes, com baixo consumo de reagentes e descarte de resíduos e que necessitem de mínimo preparo e manipulação da amostra. No estudo atual, a termografia no infravermelho (utilizada na detecção de imagens térmicas) será combinada com a entalpimetria (utilizada na determinação da entalpia das reações químicas) para a análise de acidez de vinagres, através da construção de uma curva de calibração empregando reação de neutralização e análise das amostras, onde será verificada a variação da temperatura gerada na reação de neutralização. A entalpimetria no infravermelho (EI) será executada utilizando microplacas tipo ELISA, pipeta multicanal para a adição dos reagentes e uma câmera infravermelha para monitoramento de temperatura gerada no interior dos poços após a adição dos reagentes. O método proposto será utilizado para a determinação da acidez total, fixa e volátil de vinagres produzidos a partir de seis matérias-primas diferentes (vinho tinto, vinho branco, maçã, arroz, balsâmico e álcool) e os resultados serão comparados com os de técnicas convencionais (volumétricas) recomendados nos compêndios oficiais. A EI é uma técnica promissora devido a proporcionar resultados rápidos, simultâneos e por requerer quantidades significativamente menores de reagentes das que as exigidas pela técnica convencional, além de eliminar o uso de soluções de indicadoras e de permitir que a concentração da amostra na mesmo recipiente determinação do analito.
Observação
[Não informado]
Projeto em âmbito confidencial
Não
Projeto superior
-
Palavra-chave 1
termografia
Palavra-chave 2
entalpimetria
Palavra-chave 3
acidez
Palavra-chave 4
microplacas
Tipo de evento
Não se aplica
Carga horária do curso
[Não informado]
Situação
Concluído/Publicado
Avaliação
Sem pendências de avaliação
Última avaliação
16/11/2017
Gestão do conhecimento e gestão financeira
O projeto pode gerar conhecimento passível de proteção?
Não
Propriedade Intelectual
[Não informado]
Proteção Especial
[Não informado]
Direito Autoral - Copyright
Não
O projeto contrata uma fundação? Indique a fundação
Não necessita contratar fundação
Classificações
Tipo
Classificação
Classificação CNPq
5.07.00.00-6 CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS
Linha de pesquisa
00.01.12.00 CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOS ALIMENTOS
Quanto ao tipo de projeto de pesquisa
2.04 Projeto de Tese
Objetivos Sustentáveis da ONU
02 Fome Zero e Agricultura Sustentável

Nenhum objetivo estratégico indicado
Participantes
Matrícula Nome Função Carga Horária Período
@{matricula} @{pessoa.nomePessoa} @{funcao.descricao} @{cargaHoraria} h/semana @{dataInicial|format=dd/MM/yyyy} a @{dataFinal|format=dd/MM/yyyy}
Órgãos
Unidade Função Período
@{descricao} @{funcao.descricao} @{dataInicial|format=dd/MM/yyyy} a @{dataFinal|format=dd/MM/yyyy}
Cidades de atuação
Cidades
Cidade
UF
Período
Santa Maria
RS
02/12/2015 a 01/02/2018
Plano de Trabalho
Metas/Indicadores/Fases
  • Meta:
    M-1 - Meta principal do projeto
    Período:
    02/12/2015 a 01/02/2018
    Valor:
    R$ [Não informado]
    Conclusão:
    100 %