Visualizar projeto

Dados Básicos
Título
Projeto de Mestrado Interinstitucional - UFSM/UFMA
Número do projeto
027496
Número do processo
027496
Classificação principal
Ensino
Data inicial
23/08/2010
Data final
30/01/2015
Resumo
O desenvolvimento de projetos de pesquisa e ensino no âmbito da pós-graduação impulsiona o estabelecimento de parcerias entre as instituições de ensino superior, possibilitando o fortalecimento e a consolidação de Projetos de pós-graduação existentes em nosso País. A efetivação do Projeto Interinstitucional de Pesquisa e Ensino de Pós-Graduação em Administração contribuirá com a formação de pessoal qualificado na Universidade Federal do Maranhão, além de permitir uma maior inserção social Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Santa Maria em uma região com grande capacidade de expansão da área de Administração. Desse modo, o Mestrado Interinstitucional em Administração (UFMA/UFSM) possibilitará a ampliação e avanços em novas áreas de concentração, assim como o desenvolvimento e criação de novas linhas de pesquisa, propiciando um incremento significativo na produção intelectual e científica dos discentes e docentes das duas instituições. A qualidade do ensino superior dependerá, em grande parte, de um trabalho articulado e integrado no interior das instituições e entre instituições de ensino superior e, sob esta ótica, entende-se que a efetivação de projetos interinstitucionais estimulará a interação científico-acadêmica entre as IFES, bem como a consolidação de novos grupos de pesquisa na instituição receptora. No entendimento de Santos e Ribeiro (2006, p. 29), as limitações do sistema de pós-graduação no Brasil se revelam através das inflexões compreensíveis, próprias de um ciclo longo de vida, e as restrições de financiamento impostas pela política macroeconômica do governo, considerando-se as últimas duas décadas do século passado. Estes mesmos autores depositam nas instituições brasileiras de fomento à pesquisa e de apoio à formação pós-graduada de pessoal docente e técnico das Instituições de Ensino Superior brasileiras a responsabilidade pelos resultados positivos alcançados até o momento atual. Diante disto, Santos e Ribeiro (2006) realçam o papel desempenhado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior- CAPES, nos últimos 50 anos, singularmente, na tarefa de normatizar, acompanhar e avaliar as atividades e programas de pós-graduação no País, além dos esforços dirigidos para alargar a cooperação internacional. Vale destacar, também, o papel desempenhado pelos órgãos estaduais de fomento, da Financiadora de Estudos e Programas- FINEP e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-CNPq em atividades desta natureza. Alinhado a perspectiva de ir além do desenvolvimento de uma política de qualificação docente nas instituições de ensino superior, percebe-se o esforço institucional desenvolvido pela CAPES no sentido de ampliá-la e melhorá-la como pode-se observar através dos programas PQI, PROCAD e PICDT. Diante disso, a proposta do Projeto de Mestrado Interinstitucional em Administração entre a Universidade Federal o Maranhão e a Universidade Federal de Santa Maria pode ser considerada uma iniciativa de fortalecimento desta política, uma vez que pela sua natureza e características, representa um avanço em relação a atual concepção de política de qualificação docente e discente do Brasil. Diante do exposto, apresenta-se a seguinte reflexão: o que justificaria a pertinência de um projeto de cooperação acadêmica dessa natureza? Pode-se dizer que vários pontos servem para justificar a implementação desta proposta. Num primeiro momento, destaca-se a grande contribuição que um projeto desta natureza proporcionará no sentido de auxiliar na formação científica dos docentes e técnicos de ensino superior na Universidade Federal do Maranhão, bem como a ampliação do aproveitamento das potencialidades dos programas de pós-graduação da IES promotora de modo a contribuir com a melhoria da qualidade do ensino superior e de trabalhos de natureza administrativa na própria instituição receptora. A otimização no que se refere à utilização dos recursos e infra-estrutura das IES participantes do projeto é outro ponto a ser observado. Além disto, projetos integrados desta natureza possibilitam uma maior descentralização da pesquisa para instituições de ensino superior localizadas no Rio Grande do Sul e no Maranhão contribuindo, assim, para um maior equilíbrio do ensino superior no país. A cooperação acadêmica entre a Universidade Federal de Santa Maria (promotora) e a Universidade Federal do Maranhão (receptora) propiciará o fortalecimento das relações interinstitucionais estimulando a interação acadêmica e científica através do desenvolvimento de projetos conjuntos que visam ao incremento e excelência da formação dos discentes. Vale acrescentar que a proposta de um Projeto Integrado desta natureza encontra-se alicerçado em um dos princípios que regem o Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Santa Maria que é o intercâmbio com outros cursos, a fim de buscar sinergia, integração e interdisciplinaridade. Complementando as razões apresentadas, a materialização deste Projeto, também, encontra respaldo nas justificativas apresentadas por Santos e Ribeiro (2006) dentre as quais cabe realçar: (1) projetos desta natureza tendem a dar formas mais precisa a interinstitucionalidade através da pesquisa que passa a ser um elemento fundamental, pois a mesma será uma construção compartilhada entre as universidades parceiras e pelo fato da produção acadêmica ser apropriada, simultaneamente, pelas universidades parceiras (UFSM e UFMA); (2) o efeito multiplicador do Projeto é considerado muito maior em relação à proposta do PQI e do PICDT, pois produz resultados mais ampliados de modo concentrado (por beneficiar as duas instituições parceiras), além de consolidar a um só tempo a pesquisa (cujos programas de dissertações e teses dos discentes estão alinhados e integrados às áreas de concentração e linhas de pesquisas definidas como próprias das instituições parceiras) o ensino de graduação. Esta é a razão que faz com que a proposta da UFSM amplie, consideravelmente, as propostas do PQI e do PICDT; (3) esta proposta é uma interessante alternativa em termos da concepção de rede na montagem de um programa de pesquisa e ensino nas universidades públicas brasileiras, assim como o seu modelo de gestão; (4) este projeto possibilita uma ampliação das possibilidades de pesquisa e da produção do conhecimento, em realidades sócio-econômico-culturais de espaços pouco estudados do norte do Brasil; (5) aumento da capacidade de produção do conhecimento garantindo uma maior produtividade do corpo docente, conseqüentemente, uma maior oferta de vagas nos cursos de graduação e; (6) porque a conjuntura atual exige maior moderação e eficiência dos gastos com a produção pública. Vale destacar que a UFSM foi à primeira universidade federal criada no interior do Brasil, representando um esforço de quase 30 anos em prol da interiorização do ensino universitário público no País e contribuiu para que o Rio Grande do Sul passasse a ser o primeiro Estado a contar com duas universidades federais (RELATÓRIO DE AUTO-AVALIAÇÃO UFSM, 2006). Destaca-se, também, a relevante importância da parceria a ser estabelecida neste projeto de cooperação interinstitucional, em decorrência da necessidade da qualificação de profissionais em todas as regiões do país, contribuindo com o desenvolvimento igualitário das regiões. A consolidação destas iniciativas oportunizará uma formação pós-graduada de excelência e qualidade contribuindo com o desenvolvimento sustentável da região. Em consonância com os aspectos apresentados é que surgiu a proposta deste Projeto de Mestrado Interinstitucional em Administração (MINTER UFMA/UFSM), que se configura como uma expansão dos atuais Programas de Qualificação Interinstitucional - PQI, contribuindo com a formação contínua de pesquisadores de modo a fortalecer e ampliar a produção de conhecimento científico e o desenvolvimento tecnológico.
Observação
[Não informado]
Projeto em âmbito confidencial
Não
Projeto superior
-
Palavra-chave 1
Minter
Palavra-chave 2
Pós-Graduação
Palavra-chave 3
Mestrado
Palavra-chave 4
inserção social
Tipo de evento
Curso presencial
Carga horária do curso
960
Situação
Concluído/Publicado
Avaliação
Sem pendências de avaliação
Última avaliação
31/05/2016
Gestão do conhecimento e gestão financeira
O projeto pode gerar conhecimento passível de proteção?
Não
Propriedade Intelectual
[Não informado]
Proteção Especial
[Não informado]
Direito Autoral - Copyright
Não
O projeto contrata uma fundação? Indique a fundação
Não necessita contratar fundação
Classificações
Tipo
Classificação
Classificação CNPq
6.02.00.00-6 ADMINISTRAÇÃO
Linha de pesquisa
06.00.00 CCSH

Nenhum objetivo estratégico indicado
Participantes
Matrícula Nome Função Carga Horária Período
@{matricula} @{pessoa.nomePessoa} @{funcao.descricao} @{cargaHoraria} h/semana @{dataInicial|format=dd/MM/yyyy} a @{dataFinal|format=dd/MM/yyyy}
Órgãos
Unidade Função Período
@{descricao} @{funcao.descricao} @{dataInicial|format=dd/MM/yyyy} a @{dataFinal|format=dd/MM/yyyy}
Plano de Trabalho
Metas/Indicadores/Fases