Visualizar projeto

Dados Básicos
Título
ABORDAGEM TERAPÊUTICA MIOFUNCIONAL EM CASOS DE DESVIOS FONOLÓGICO, FONÉTICO E FONÉTICO/FONOLÓGICO
Número do projeto
027106
Número do processo
027106
Classificação principal
Pesquisa
Data inicial
01/03/2010
Data final
02/03/2011
Resumo
Introdução: Não é comum na prática clínica fonoaudiológica o uso da abordagem terapêutica miofuncional no tratamento de crianças com alteração de fala, mesmo quando estas crianças apresentam alterações nas estruturas e funções do sistema estomatognático. Muitas vezes a terapia miofuncional fica à margem da terapia, sendo enfocada a terapia fonológica e/ou fonética/articulatória. Justificativa: Acredita-se que em casos de alteração de fala, com presença de alterações estruturais e funcionais do sistema estomatognático, a adequação das estruturas alteradas poderia dar conta dos problemas de fala, sejam eles de ordem fonológica, fonética ou fonética/fonológica. Objetivos: O objetivo deste estudo é analisar os benefícios da abordagem terapêutica miofuncional em casos de desvios fonológicos, fonéticos e fonético-fonológicos. Métodos: A população será de pacientes da fila de espera do Serviço de Atendimento Fonoaudiológico da Universidade Federal de Santa Maria. Critérios de Inclusão: ambos os sexos, presença de desvio fonológico, desvio fonético ou desvio fonético/fonológico, e alterações de postura, tonicidade e/ou mobilidade de língua, lábios e/ou bochechas. Critérios de exclusão: malformações orofaciais, síndromes genéticas, suspeita de alterações neurológicas, perdaqueixa de dificuldade auditiva, diagnóstico de atraso de linguagem, e alterações oclusais. Será realizada entrevista com os responsáveis, para verificar os critérios de exclusão. Inicialmente, serão realizadas avaliações do sistema estomatognático e da articulação da fala, através da repetição de palavras. Serão realizados dois atendimentos semanais de aproximadamente 45 minutos. A terapia miofuncional, basear-se-á na utilização de exercícios para adequação do tônus, mobilidade e postura orofaciais. Serão realizadas duas sondagens a cada oito atendimentos. Será considerada produção correta, os sons eliciados conforme o alvo-adulto, durante a avaliação da fala, com uma freqüência de 100%.
Observação
[Não informado]
Projeto em âmbito confidencial
Não
Projeto superior
-
Palavra-chave 1
sistema estomatognático
Palavra-chave 2
transtorno da articulação
Palavra-chave 3
fala
Palavra-chave 4
terapia fonoaudiológica
Tipo de evento
Não se aplica
Carga horária do curso
[Não informado]
Situação
Concluído/Publicado
Avaliação
Sem pendências de avaliação
Última avaliação
17/06/2011
Gestão do conhecimento e gestão financeira
O projeto pode gerar conhecimento passível de proteção?
Não
Propriedade Intelectual
[Não informado]
Proteção Especial
[Não informado]
Direito Autoral - Copyright
Não
O projeto contrata uma fundação? Indique a fundação
Não necessita contratar fundação
Classificações
Tipo
Classificação
Classificação CNPq
4.07.00.00-3 FONOAUDIOLOGIA
Linha de pesquisa
02.00.00 SAUDE
Quanto ao tipo de projeto de pesquisa
2.03 Projeto de Dissertação

Nenhum objetivo estratégico indicado
Participantes
Matrícula Nome Função Carga Horária Período
@{matricula} @{pessoa.nomePessoa} @{funcao.descricao} @{cargaHoraria} h/semana @{dataInicial|format=dd/MM/yyyy} a @{dataFinal|format=dd/MM/yyyy}
Órgãos
Unidade Função Período
@{descricao} @{funcao.descricao} @{dataInicial|format=dd/MM/yyyy} a @{dataFinal|format=dd/MM/yyyy}
Plano de Trabalho
Metas/Indicadores/Fases