Brasao UFSM

Anais 25ª JAI

Início  Trabalhos

BANCO DE DADOS HIDROGEOLÓGICO DO MUNICÍPIO DE CACEQUI - RS

RENATA WEBER BORTOLOTTO 1, JOSE LUIZ SILVERIO DA SILVA 2, CARLOS ALBERTO LOBLER3, RODRIGO RAYMUNDO TOSCANI 3, GUILHERME VIANA MARTELLI3

Introdução

A Bacia Hidrográfica do Rio Santa Maria/BHRSM localizada na região da fronteira Oeste do Estado do Rio Grande do Sul ocorrem áreas de afloramento de arenitos pertencentes ao Sistema Aquífero Guarani/SAG.Na área rural a Prefeitura Municipal utiliza 5 captaçoes. A Companhia Riograndense de Saneamento/CORSAN abastece o município de Cacequi com cerca de 14 poços ativos explorados do SAG. Este estudo faz parte do projeto ASUB/UFCG,UFAL e UFSM relativos a integração dos instrumentos de Outorga, Enquadramento e Cobrança para Gestão das Águas Subterrâneas comparando-se áreas costeiras do nordeste brasileiro, as quais utilizam intensamente os recursos hídricos subterrâneos, com aquelas da BHRSM a qual insere-se Cacequi. Alem deste fazem parte da BHRSM os Municípios de Rosário do Sul, Santana do Livramento, Dom Pedrito, Lavras do Sul e São Gabriel. Esta bacia hidrográfica faz parte da Bacia Sedimentar do Paraná e também de parte do Escudo Cristalino do Estado do Rio Grande do Sul.

Objetivos

Esta pesquisa visa produzir resultados da situação atual das captações de águas subterrâneas para o Comitê de Bacias. Também objetiva fornecer subsídios para o projeto ASUB/UFCG,UFAL e UFSM na espacialização das informações em diversas escalas de observação. Na escala global estes serão enquadrados na Bacia Hidrográfica como um todo. Na escala Regional considerou-se as sessões hidrogeológicas de referência. Na escala local serão considerados as captações por poços.

Metodologia

Foram realizados levantamentos no Sistema de Informações de Águas Subterrâneas/SIAGAS/CPRM. Foi confeccionado um banco de dados contendo informações relativas ao usuário, aos parâmetros hidrodinâmicos e ainda, os resultados físico-químicos. Utilizou-se o sistema de coordenadas Universal Transversa de Mercartor/UTM em Datum SAD 69. Após a avaliação da consistência das informações procedeu-se a espacialização no programa SURFER 8.0, utilizando-se o interpolador Krigagem. A Superfície potenciométrica foi obtida da relação entre a cota altimétrica na boca do poço e o nível da água em cada captação avaliada. Foram cadastrados pela Vigilância Sanitária Municipal de Cacequi cerca de 30 captações as quais são analisadas os parâmetros mínimos ( Concentração de Flúor, Turbidez, e Presença de Coliformes).

Resultados

Os resultados preliminares indicaram a ocorrência de 66 captações através de poços (tubulares, escavados e nascentes), os quais continham todas as informações necessárias para a realização das espacializações. A Superfície Potenciométrica foi gerada a partir da informação de 46 níveis de água associados aos poços. Esta variou numa faixa de 76 até 190 metros. Deve-se salientar que dos 14 poços cadastrados no SIAGAS/CPRM  cerca de 9 estão desativados.

Conclusão

Os resultados permitem informar que existe ainda uma baixa concentração de captações de águas subterrâneas na BHRSM. Neste sentido o abastecimento humano realizado na área urbana através das captações da CORSAN, bem como aquelas realizadas em áreas rurais através de captações de poços da Prefeitura Municipal de Cacequi encontram-se em sua maior parcela de acordo com os parâmetros estabelecidos para consumo humano.As águas explotadas do SAG são de caráter doce, isto é, com uma concentração de Sais Totais Dissolvidos/STD inferior a 500mg/L.

1 autor, 2 orientador, 3 co-autor