Brasao UFSM

Anais 25ª JAI

Início  Trabalhos

A CONSTITUIÇÃO DO TRABALHO DOCENTE DOS PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE SANTA MARIA – RS

GLEICE NICOLA DA SILVA 1, MARIA CECILIA CAMARGO GUNTHER 2, MARIA CECILIA CAMARGO GUNTHER 3

Introdução

Este estudo tem o propósito de compreender como se constitui o trabalho docente dos professores de Educação Física (EF) na Educação de Jovens e Adultos (EJA). O objetivo é entender como os docentes elaboram seus conhecimentos para ministrarem aulas com as turmas de EJA. Trata-se de um estudo exploratório, de cunho qualitativo, que incluirá revisão bibliográfica, análise de documentos e entrevistas com os professores de EF. A pesquisa de campo será realizada em escolas públicas da cidade de Santa Maria (RS), onde serão incluídas as escolas nas quais as aulas de EF com a EJA sejam ministradas de forma sistemática, e com os professores que demonstrarem interesse e disponibilidade de participação, além de atender a critérios de localização geográfica diversificada e características na organização das escolas, assegurando uma representatividade tipológica. Pretendemos, através desta pesquisa, tornar visível a trajetória dos profissionais no desenvolvimento do seu trabalho docente com a EJA.

Objetivos

Entender como os professores de EF constroem, ao longo de sua trajetória profissional, seu trabalho docente com a EJA; Compreender como os docentes elaboram seus conhecimentos nas aulas de EF com a EJA; Provocar reflexões nos professores de EF sobre sua prática docente  com a EJA; Colaborar com os debates sobre a EF na EJA e contribuir para a qualificação das políticas públicas direcionadas a essa modalidade de ensino.

Metodologia

Trata-se de um estudo exploratório, de cunho qualitativo, onde serão realizadas entrevistas com professores de EF que ministrem aulas para turmas de EJA, em escolas municipais e estaduais de Santa Maria (RS). Também faremos uso de revisão bibliográfica e análise de documentos. As escolas que farão parte da pesquisa serão escolhidas por critérios de localização geográfica e constituição das mesmas. Um dos pontos analisados nesse caso é a oferta de ensino fundamental e/ou médio na modalidade de EJA, assegurando, dessa forma, uma representatividade tipológica.

Resultados

A revisão literária nos aponta para um número reduzido de publicações que contemplem a EJA. No campo da EF notamos uma carência ainda maior nas produções sobre o assunto. Também observamos nas análises documentais certa fragilidade na constituição das leis que dão sustento à EF como componente curricular obrigatório na EJA. As saídas de campo encontram-se em fase inicial, onde estamos em um processo de negociação com as escolas para definir a colaboração das mesmas na pesquisa.  

Conclusão

A revisão de literatura e análises de documentos realizadas até o momento nos possibilitou a percepção da necessidade de políticas de EJA mais eficazes, que assegurem de forma significativa o bom funcionamento dessa modalidade de ensino. Em relação à EF há certa fragilidade no que diz respeito à interpretação e cumprimento das leis relacionadas à dispensa dos alunos de EJA e, também, nos parece faltar clareza sobre o lugar que a EF ocupa no componente curricular dessa modalidade de ensino.

1 autor, 2 orientador, 3 co-autor